Entrevista Igor Furlan, dono do restaurante Amadeu

Restaurante Amadeu

Igor começou no universo gastronômico aos 18 anos. Ele fez faculdade de hotelaria no SENAC de Águas de São Pedro, em São Paulo. Posteriormente, no próprio SENAC, ele fez um curso de CCI (Cozinheiro Chefe Internacional). Igor conta que essa vontade surgiu já enquanto cursava hotelaria: “Dentro do curso, despertou o interesse pela cozinha  em si”.

Depois da faculdade de hotelaria e do curso de Cozinheiro Chefe Internacional, Igor começou a trabalhar no operacional de cozinha, o que abriu ainda mais portas e aumentou sua diversidade gastronômica. “Fiz ainda um curso na Argentina de cozinha internacional. Fiz um curso na Tailândia de cozinha tradicional tailandesa. Fiz viagens gastronômicas em cerca de 15 ou 16 países”. Toda essa bagagem, garante ele, trouxe a inspiração necessária para a criação do restaurante Amadeu.

Sabores e Histórias

O Amadeu surgiu com a ideia de ser um restaurante internacional. No começo, Igor trabalhava com pratos e ingredientes do mundo todo. Ele só mudou após uma conversa com Jaco, chefe peruana o e seu amigo pessoal: “Ele me questionou falando: ‘Igor, por que você não trabalha com os ingredientes daqui da sua região e com comida brasileira? Você não gosta?’ Eu falei; ´não, eu adoro´. E isso despertou em mim um start. Pensei; ´ele está certo. Eu preciso trabalhar com o que há de melhor daqui da minha região. Assim, valorizo mais a região, valorizo os produtos daqui de Indaiatuba e do nosso entorno e a cozinha brasileira, que é magnífica, né?”. Então, a partir daí, Igor mudou o conceito do restaurante e foi mudando gradativamente a história do Amadeu, que tomou um novo rumo; o da culinária brasileira.



Quando perguntado sobre o diferencial do Restaurante Amadeu, o chef responde: “Ser afastado da cidade, do grande centro. Ele fica situado numa chacra e a gente está aí a dois mil metros, mais ou menos, do centro da cidade. E ele fica em um ambiente bem aberto, bem arborizado. Nós temos uma horta própria. Então, isso acaba sendo um diferencial tremendo”.

Todos os temperos e ingredientes usados no restaurante vem 100% da horta no local. Igor preza pelo alimento “limpo” sem ação de agrotóxicos e outros agentes: “Eu não compro um pé de alface mais. Tudo é produzido sem nada de agente químico. E usamos na composteira, por exemplo, casca de legumes. Então o que teoricamente iria para o lixo, a gente usa na composteira. Usa até as folhas que recolhemos do chão, porque coloca na composteira e isso retorna para a horta, como um adubo orgânico. Então, temos um ciclo bem sustentável que minimiza também a questão do lixo”, comenta o chef sobre a horta própria do Amadeu.


Restaurante Amadeu. (Foto: reprodução/divulgação)

Destacado também por sua arquitetura, o Amadeu, segundo Igor, preza pelo conforto e o bem estar: “O ambiente, a decoração tem que estar condizente com o produto que a gente vende. E o conforto faz parte disso. O cliente tem que estar confortável. Não adianta ele ter uma boa comida e um bom vinho se ele não está se sentindo acolhido. Então, ele precisa ter um conforto. A arquitetura do restaurante também contribui para isso. Então, temos que primar sempre pela qualidade de tudo”.

Outro diferencial que o restaurante apresenta é a nova carta de vinhos, que promove vinhos brasileiros: “Iniciamos um trabalho há cerca de dois anos privilegiando os vinhos do sudeste brasileiro. Então, hoje nós temos uma boa parte da nossa carta de vinhos que é especializada nesse segmento. Então, temos vinhos excelentes tanto daqui do estado de São Paulo quanto do sul de Minas”. Hoje, 40% da carta de vinhos do restaurante é representada por vinhos nacionais, sendo muitos premiados e dos quais não se encontram facilmente em mercados ou delicatessen.


Perguntado sobre qual prato preferidos dos clientes, Igor conta que possui dois carros-chefes: “Bacalhau Amadeu, que até leva o nome do restaurante. É uma receita clássica portuguesa; bacalhau com natas. São lascas de bacalhau com batata, creme e vai uma farofinha por cima. Então, esse prato é um dos mais pedidos. E nós temos também um filé mignon com uma crosta de ervas e com molho especial de vinho. São os únicos dois pratos que estão desde o primeiro dia no cardápio do restaurante”.

Receita de Carbonara

Com exclusividade, o chef Igor Furlan compartilhou com a gente uma receita 

 Ingredientes

  • 100g Espaguete
  • 50g guanciale em cubos 02 gemas
  • 40g Queijo Pecorino Ralado Sal
  • Pimenta do reino à gosto

      Modo de Preparo

  • Cozinhe a massa em água fervente até ficar ao dente
  • Misture as gemas com o queijo ralado
  • Numa frigideira doure o guanciale em fogo baixo pra soltar a gordura
  • Adicione a massa cozida com 50 ml da água do cozimento
  • Tire do fogo e misture a gema com queijo e mexa bem até ficar cremoso
  • Prove o sal, coloque no prato e finalize com bastante pimenta do reino moída na hora

O restaurante Amadeu fica localizado na Rua Pedro Virillo, 467, Jardim Santiago, Indaiatuba, SP

Instagram: @restauranteamadeu

Telefone: (19) 3875-6061 | (19) 99488-0580

Site: amadeurestaurante.com.br

Compartilhe esta matéria

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *